sábado, 14 de novembro de 2009

Uma viagem para outras Terras...



Olá a todos, vou relatar-vos um sonho lúcido que tive nesta ultima noite. Poderá ser interessante visto ser substancialmente diferente dos anteriores. O sonho lúcido surgiu devido a um reality check num sonho normal que já estava particularmente longo.
Estava a sonhar que conversava com algumas pessoas enquanto almoçava. Subitamente o empregado do restaurante retirou três facas e dois garfos da minha "parte" da mesa, então pensei: "se só deixou ficar cá o garfo (e não também uma faca), então é porque estou a sonhar..." Agora recordando o sonho, é engraçado como a constante mudança das mesas e até (a mudança) do rosto das pessoas não fez-me suspeitar que se tratava de um sonho; talvez porque estivesse demasiado focado na conversa, visto que, na "vida real" preciso de ter essa mesma conversa.
Nisto, toda a percepção sensorial que tinha no sonho começou a desvanecer. Vi-me num sitio absolutamente escuro com uma imensidão de pontos luminosos e a sensação de o meu corpo estar a arder (mas sem dor), algo muito semelhante a outras aventuras. Logo de seguida, os poucos luminosos desapareceram apenas no centro da minha visão, originando um circulo perfeitamente escuro. Sem nunca perder a consciencia, foquei-me nesse centro escuro e pensei: "eu sou este ponto". Ao dizer isso, o ponto ganhou uma terceira dimensão e criou-se uma espiral ou vácuo. Sem medo, e sabendo o que me esperava, projectei-me mentalmente para esse vácuo. A escuridão deu lugar a uma imensidão de cores psicadélicas e foi aí que pensei: "quero ir para o Egipto", mas o esforço não resultou em nada.



Isso fez-me perceber que não era eu que controlava a experiência e entreguei-me a ela. De repente, e sem esforço, vi um céu azul que de repente se tornou num cenário completo e perfeitamente real.
O cenário consistia numa cidade com prédios enormíssimos e, pelo aspecto bastante diferente dos nossos, eram altamente tecnológicos. Dei por mim montado numa aranha mecanica (ou era eu próprio a aranha mecanica) na face lateral de um dos prédios.



Esta experiência foi tão intensa que fez-me chorar de alegria. Passados momentos decidi voltar para trás. Senti a realidade desaparecer aos poucos, voltei a entrar no tunel e, sem esforço, cai no sonho normal.

7 comentários:

jholland disse...

Richard,

Seus sonhos lúcidos sempre me surpreendem, pelo elevado grau de lucidez. Acredito que esse sonho seja um desdobramento, no mundo sutil, de suas experiências anteriores !

Abs

Raphael de Souza Araujo Lima disse...

MARAVILHOSO!


QUERO SONHOS ASSIM E MAIS VIAJANTES!

PAZ

jholland disse...

Seja você mais um dos viajantes !

(e venha postar seus sonhos lúcidos aqui !)

Abs

H .Vilela disse...

Sonhos muito lucidos os seus jholland..



Acho que estou avançando um pouco...

semana passada aconteceu alggo que vejo você chamar "falso despertar

Acordei com o celular fui andando até a sala e tentei acender a luz como faço todos os dias assim que acordo para ir trabalhar, e a luz não acendeu, achei que a força tinha acabado, pois no dia anterior houver um apagão no bairro.
Logo depois me vejo acordando com o celular tocando o alarme e vou acender a luz novamente, mas desta vez ela acende.. foi aí que me toquei que a primeira vez devia ter sido um sonho... foi uma lucidez meio "tardia", mas já foi interessante experimentar este exemplo que já ouvi dizer sobre o interruptor não funcionar quando estamos num sonho.

Acho que já é um início...

H .Vilela disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
jholland disse...

Sem dúvida, um início já bem promissor !

Essa questão do interruptor (poder acender ou não a luz durante os sonhos) é controversa, como aliás muitas outras coisas...La Berge, por exemplo, insiste que não conseguimos ler nos sonhos. Mas muitas pessoas - inclusive eu mesmo - já li muitas coisas em sonhos. Outros afirmam que o relógio não marca o tempo...Creio que depende de pessoa para pessoa.

De qualquer modo, dê uma assistida no desenho-filme Waking Life.

Estou aguardando seu sonho lúcido aqui no blog !

Bons sonhos !

Richard Hermeticum disse...

Olá companheiros,
Para quem gostar de filmes "esotéricos" veja o Dark City. Está lá tudo...

Abraço,
Richard