segunda-feira, 30 de agosto de 2010

Textos e livros sobre sonhos lúcidos


Alguns leitores pediram que publicássemos no Blog algumas dicas de leituras sobre sonhos lúcidos. Então, preparei esta postagem, com uma pequena lista de textos e livros sobre SL e sobre um tema estreitamente ligado, as ECF/OBE (Experiências-Fora-do-Corpo/Out of Body Experiences).

Só não me deterei aqui em reproduzir o material já publicado no Blog e que se encontra sob o marcador "Textos sobre Sonhos Lúcidos".

Então fica já a dica: além dos livros aqui mencionados, sugiro a leitura dos textos já reunidos e publicados no próprio Blog !

Começando com os livros introdutórios, vou iniciar com a indicação da "prata da casa", ou seja, o lilvro do nosso colaborador e amigo, o escritor Otávio Aquino.



Trata-se do livro Teoria e Prática dos Sonhos Lúcidos, editado pela Editora Xamã e, ao que eu saiba, disponível apenas em sebos. O livro do Otávio tem apenas 88 paginas, é didático e completo, trazendo muitas informações e dicas de técnicas para os onironautas iniciantes. Uma coisa que me chamou a atenção foi a capacidade de síntese do Otávio - o que não prejudicou uma abordagem erudita, embora despretenciosa, do tema. Bem interessante é a parte final, com muitas dicas de leituras, abrangendo os mais variados campos de interesse.

Outro livro introdutório e essencial é o já clássico livro de Stephen La Berge, Sonhos Lúcidos.

O livro é indispensável para aqueles que pretendem se iniciar nesse mundo. É de leitura muito fácil e agradável.

A edição em português encontra-se disponível apenas em sebos ou em versão digitalizada na Internet.

Como se sabe, La Berge é uma espécie de "pioneiro moderno", pois foi um dos primeiros pesquisadores a levar os sonhos lúcidos ao reconhecimento científico. Atualmente, esse pesquisador dirige um instituto no Havaí onde ministra retiros e workshops sobre sonhos lúcidos - tendo também desenvolvido um dispositivo eletrônico destinado a ajudar os sonhadores a tornarem-se lúcidos assim que começam os sonhos.

Um outro livro básico porém muito interessante é o livro de Patrícia Garfield, Sonhos Criativos.

O livro de Patrícia Garfield foi escrito ainda nos anos 70, e contém material muito interessante de como utilizar a incubação de sonhos para diversas finalidades. Tratando também de sonhos lúcidos, foi nesse livro que li acerca do povo Senoi, tribo da polinésia que se dedica a incubar e sonhar lucidamente - resolvendo praticamente todos os seus conflitos por meio de atuações concientes no mundo onírico.

O leitor que tenha lido pelo menos alguns dos textos e livros acima poderá encontrar mais material interessante - e um pouco mais aprofundado - na conhecida obra de Carlos Castañeda, toda ela voltada em certa medida para os sonhos lúcidos.

Embora eu mesmo não me considere um fã de Castañeda, devo reconhecer que ali podemos encontrar algumas técnicas interessantes e dicas instigantes sobre o tema.

Como se sabe, a obra de Castañeda rendeu muitos livros. Como eu só li um deles - justamente o último - indicarei apenas esse: Arte do Sonhar.

(me absterei por ora de tecer meus comentários críticos acerca da obra de Castañeda, deixando para uma segunda discussão caso alguém se interesse sobre o assunto...)



Um livro já bem mais avançado e que contém farto material não apenas sobre sonhos lúcidos, como também sobre os estados pós-sonhos é o livro, recentemente editado no Brasil, do grande mestre tibetano da tradição Bön-Budista Tenzin Wangyal Rinpoche: Os Yogas Tibetanos dos Sonhos e do Sono.


Trata-se de um livro profundo e que requer algum conhecimento do budismo tibetano - além de prática séria de meditação. Ele adota os sonhos lúcidos como ponto de partida para o caminho espiritual - daí então não ser livro para diletantes, mas para o praticante que realmente queira se aprofundar no tema e esteja engajado no caminho - e se se tratar de um praticante budista, então sentir-se-á em casa. Um aspecto importante nesse livro encontra-se em sua segunda parte, toda ela dedicada à Yoga do Sono - prática essa que se inicia quando o iogue já tenha adquirido maestria nos sonhos lúcidos e envereda pelo caminho do pós-sonho.

***

Devo dizer que alguns dos melhores textos sobre sonhos lúcidos encontrei em livros sobre EFC/OBE, também conhecidas como Projeções Astrais.

Por isso, resolvi indicar alguns livros sobre esse assunto.

Começarei não com o primeiro livro que li sobre o tema EFC/OBE, mas pelo último.

Trata-se, na verdade, de dois livros muito bons escritos pelo norte-americano William Buhlman, chamados "O Segredo da Alma - O Uso de Experiências Fora do Corpo para Entender nossa Verdadeira Natureza" e "Aventuras Além do Corpo" (este último editado no Brasil pela EDIOURO, porém esgotado em português, estando disponível apenas em inglês ou espanhol).





Além das variadas técnicas, os livros de Buhlman contêm inúmeros depoimentos de praticantes de SL e EFC, pois o autor empreendeu a maior pesquisa empírica sobre o assunto que se tem notícia, colhendo depoimentos de mais de 16000 pessoas ao redor do mundo! Mas o que chamou a atenção no livro foi a sutileza e profundidade com que o autor atravessou suas próprias experiências, dando ainda uma instigante interpretação para suas viagens - uma espécie de versão ocidentalizada paralela aos ensinamentos mais profundos dos mestres iogues orientais.

E já que começamos a falar de ECF/OBE, não poderia faltar a indicação de um dos grandes clássicos no tema. Trata-se do livro de um dos pioneiros no Ocidente, Oliver Fox, intitulado Viagem Astral.

Ao lado de Sylvan Muldoon (autor do clássico "Projeção do Corpo Astral"), Oliver Fox foi um dos primeiros autores a tratar do assunto no Ocidente na primeira metade do sec. XX - e o faz de maneira muito leve e agradável. Ele tem o mérito do pioneirismo e por isso suas explorações têm um sabor todo especial, pois o autor não dispunha de qualquer referência para se defrontar com tão singulares experiências !


Infelizmente, ao que eu saiba, o livro de Fox não foi editado em português - e eu mesmo só consegui um exemplar em espanhol.


Outro livro interessante sobre o tema EFC/OBE - e que traz todo um capítulo sobre sonhos lúcidos - é o livro de D. Scott Rogo, "Leaving The Body - A Complete Guide to Astral Projection":


Como esse livro encontra-se disponível apenas em inglês, publiquei aqui mesmo no Blog uma tradução livre do capítulo dedicado aos Sonhos Lúcidos. Fica aqui então apenas o registro desse livro muito didático e muito bom sobre o tema.

E já que falamos de Scott Rogo, não poderia deixar de mencionar um livro muitíssimo importante e que, embora não trate especificamente sobre sonhos lúcidos, discorre longamente sobre um tema correlato ao dos sonhos e estados alterados, ou seja, a morte.


O livro em questão intitula-se "Explorações Contemporâneas da Vida Depois da Morte", editado pela Cultirx. Trata-se de uma coletânea de ótimos artigos das mais variadas tendências, de Ken Wilber a Sogyal Rinpoche; de Scott Rogo a Stanislaw Groff, dentre muitos outros. Resolvi colocá-lo nesta lista por tratar de estados alterados de consciência - e de como tais estados guardam estreita relação com a morte e o pós-morte.

Voltando ao tema EFC/OBE, gostaria de mencionar o livro de Rick Stack, Viagem Astral - As Aventuras Fora do Corpo, facilmente encontrável no Brasil. Aliás, também cheguei a publicar o capítulo dedicado aos sonhos lúcidos aqui mesmo no Blog.


Um outro tema correlato e muito importante para aqueles que se dedicam a explorar o mundo onírico e os estados alterados de consciência é o Yoga Nidra. Não cabe aqui nos determos sobre esse vasto oceano de experiências e conhecimento, mas deixarei indicado dois textos sobre Nidra. Apenas menciono que a prática de Nidra tem por efeito "colateral" um aumento da lucidez onírica.

O primeiro é o livro do mestre iogue indiano Swami Satyananda Saraswatii, Yoga Nidra:


O segundo texto, muito instigante, é de outra tradição iogue e foi publicado aqui mesmo no Blog: Yoga Nidra - Sono Profundo Consciente do Yoga.

Finalmente, não poderia deixar de mencionar um livro clássico e de respeitabilidade acadêmica e científica. Trata-se da coletânea de artigos sobre sonhos organizada por Roger Callois e GE Grunebaum, "Os Sonhos e as Sociedades Humanas".




Esse livro tem especial interesse para aqueles que se dedicam a pesquisar os sonhos e os estados alterados de consciência em geral, inclusive o xamanismo, trazendo textos de autores filiados a abordagens diversas, de antropólogos a psicólogos. Como exemplo, cheguei a publicar, no Blog Metamórficus, um texto de Mircea Eliade, extraído desse livro, "Visões e sonhos inciatórios entre os xamãs..." .



Essas são as indicações básicas. Não custa enfatizar a importância dos outros textos - que, exatamente por sua importância, foram publicados no Blog.

Caso eu venha a me lembrar de algo mais, adicionarei outras(s) postagem(ns) sobre o tema.

Desde já convido os leitores a adicionar aqueles textos e livros que achem mais interessantes.

Bons sonhos !

26 comentários:

black Angel disse...

Muito Bom.Vai me ajudar muito.Des de já agradeço!

Almir disse...

Relato de um pesadelo lucido

Vou postar abaixo o relato de um sonho lucido, mas que minha intencao era fazer uma viagem astral.(obs: nunca consegui realizar um viagem astral).

A tecnica consiste (pois uso ate hoje) em meditar profundamente, mover-se mentalmente dentro da mente, evitando pensamentos inuteis e mantendo a mente lucida dentro de si mesmo, entrando entao no EV (estado vibracional) que e a porta para a realizacao de uma projecao.

Estando eu meditando, comecei a me sentir leve e entrei logo em EV (Estado vibracional), neste momento fiquei observando a vastidando de minha mente, como se eu estivesse flutuando em um universo nulo. Apos algumas horas fui ficando cansado, mas mative minha mente focada e lucida, entao a surpresa, acabei adormecendo, porem so meu corpo fisico adormeceu e eu fiquei lucido (como se tivesse acordado em outro lugar). Logo eu pensei que fosse uma projecao, para verificar resolvi entao alterar o cenario, era um imenso gramado verde proximo a uma cidade, antes de eu mudar meu proprio quarto. Apos isso eu comecei a observar, e tudo estava igual a realidade, a nao ser po um espelho em cima de uma mesa de vidro onde antes ficava meu computador. Fui logo em direcao a ele quando comecou um som que me deixou arrepiado. Era como se alguem falasse -Ahammmmmm, Ahammmmmmmm por varias vezes, mao nao era em tom de gemido e sim um susurro, mesmo assim fiquei assustado, mas continuei indo em direcao ao espelho que me surpreendeu pelo fato de ao invez de mostrar meu reflexo, mostrar o rosto de nossa senhora da aparecida, que logo comecou a chorar lagrimas de sangue. Isso foi o suficiente para me deixar apavorado, e por instindo dei logo um soco para quebrar o espelho, mas apesar de conseguir isso, a imagem ainda estava nitida, foi neste ponto em que eu acordei.

Apos ficar pensando um pouco no que havia ocorrido, meu raciocineo levou a crer que isto acontecera pelo fato de as pessoas disserem que projecao e coisa macabra e apos ler materias fakes sobre os perigos de uma projecao.

Richard Hermeticum disse...

Oi JHolland!
Ainda nem há uma semana estive para perguntar-te sobre as tuas sugestões bibliográficas.
Dos livros que falas, só li o do LaBerge. Seguem duas sugestões minhas:
Meditation, Transformation and Dream Yoga de Gyatrul Rinpoche e o Introduction to Tantra: A Vision of Totality": The Transformation of Desire de Lama Yeshe.
Pela pesquisa que estive a fazer das tuas sugestões, um dos livros que parece-me completamente imperdivel é o "The Tibetan Yogas of Dream and Sleep".

Ficam as sugestões,
Abraço,
Richard

jholland disse...

Olá Richard !

Obrigado pelas indicações.

De fato, o livro de Gyatrul Rnpoche é muito importante e traz todo um capítulo sobre umas das Yogas de Naropa - justamente o Dream Yoga !

Sua indicação é perfeita.

Vejo que você está lendo o livro de Lama Yeshe - espero que esteja gostando - vá me brindando com seus comentários depois que o ler. (em especial a última parte, que trata do Tantra Yoga Superior, é fascinante e muito instigante).

Abraços!

Marcinha disse...

Ola,

Eu me interesso bastante por esse assunto de sonhos, gostei de alguns livros que vc colocou nesse post, porem vejo que muitos deles sao religiosos e tem como tema tb viagens astrais e td o mais.

Sempre que leio sobre sonhos lucidos, fico com um pe atras, pois se mistura muita religiao e pseudo-ciencia com psicologia e neurologia.

Gostaria de saber se vc pode indicar livros mais tecnicos e cientificos sobre o assunto, que nao tenha religiao envolvido (nem budismo, yoga, mediunidade, nem nada disso... nada contra quem curte, so que eu nao tenho fe e nao me interesso por esse assunto).

Se vc quiser dar uma olhada no meu blog, eu tenho um que relato todos os meus sonhos.

Obrigada.

Richard Hermeticum disse...

Olá Marcinha.

"Gostaria de saber se vc pode indicar livros mais tecnicos e cientificos sobre o assunto, que nao tenha religiao envolvido (nem budismo, yoga, mediunidade, nem nada disso...

Não podias estar mais longe da verdade. O que normalmente se denomina de Dream Yoga, ensinado em algumas vertentes do Budismo, não é teórico nem à base de fé.
O discipulo é convidado a desenvolver essas capacidades em si mesmo para experimentar por si mesmo os ensinamentos.

Teorico era por alguém a dormir, cheio de fios ligados a aparelhos, para medir coisas e deduzir outras coisas.

Ficam os meus cinco centimos.


Cumprimentos,
Richard

jholland disse...

Marcinha,

Minha sugestão é que você leia o livro do La Berge e alguns textos postados aqui mesmo no Blog - em especial do Cleber Muniz, um pesquisador da PUC/SP.

Obrigado por sua participação !

Abraços !

black Angel disse...

Desses livros o que mais me interesso é o de La Berge.É interessante que o livro tem uma abordagem muito cientifica(não sou muito religioso)...

black Angel disse...

Olá Jholland!Tenho uma dúvida e gostaria que vocÊ me ajudasse:

É o seguinte,estou começando minha jornada com sonhos porém empaquei no diário de sonhos,eu até coloquei o despertador para tocar quatro horas após ter ido dormir depois 90 minutos,depois mais 90 minutos etc...Eu sou do tipo de pessoa que enrola pra acordar e o despertador toca de tal em tal hora dai eu acordo e durmo denovo.O problema é que quando acordo eu consigo me lembar do sonho sóque durmo de novo e tenho outro sonho,dai embaralha tudo.QUando eu acordo defintivamente eu tento mas não lembro de nada.Dai,geralmente quando estou tomando banho ou fazendo outras coisas eu me lembro do sonho(meio em fragmentos)Gostaria de saber se eu posso anota-lo assim mesmo(sem data ou hora)ou se só é bom anotar o sonho após acordar dele?Caso contrario,vou começar a dormir mais cedo e tentar ser mais disciplinado.Geralmente eu vou dormir as 12:00 mas só pego no sono la pras 2:00...:p

jholland disse...

Olá Black Angel,

Andei sentindo sua falta, estava curioso para saber como andam as coisas.

Primeiramente: não se esqueça do principal, ou seja, tudo o que se refere aos sonhos deve ser realizado com prazer e um sentimento de relaxamento e liberdade. Portanto, não force demais as coisas, nem faça disso um treino militar.

O segundo ponto é: firme propósito. Tenho amadurecido mais e mais uma idéia simples. Os sonhos lúcidos - como a própria lucidez em geral - são manifestações da paixão, vontade, propósito sincero. Quanto mais voce cultivar essa vontade ou propósito puros, mais energia voce transportará sob forma de lucidez. É aquela velha história: fazendo com paixão (ou amor) a coisa toda acontece... Quanto mais voce cultivar essa pureza (especialmente imediatamente antes de dormir ou no estado hipnagógico), mais intensa e facilmente virá a lucidez.
Vou responder sua pergunta com minha própria experiência: tenho um diário de sonhos, mas nele registro apenas as experiências em que tenho lucidez (SL ou projeções). Os sonhos ordinários, eu não registro. Para mim, o mais importante é dar atenção e importância aos sonhos em geral e verificar, durante o dia, a influência que eles exercem no cotidiano.
Quanto mais voce der importância aos sonhos e tentar lembrar-se deles, especialmente quando acordar, mais facilmente isso tudo brotará na mente. Evidentemente, nos dias em que estamos muito estressados ou focados em problemas mundanos, tudo isso fica mais difícil - salvo se voce tiver cultivado os sonhos de tal maneira que eles próprios possam oferecer mensagens acerca de um problema concreto.
Isso não significa que o ideal não seja anotar sempre, cada sonho, mas acho que isso irá prejudicar seu sono.
Se eu fosse voce adotaria a seguinte prática: iria dormir mais cedo, mas sobretudo para que pudesse cultivar mais e mais os estados pré-sono (estado hipnagógico). Essa prática é mais importante do que o despertador, na minha modesta opinião.
Depois de adormecer, deixe tudo fluir naturalmente. Se voce acordar espontaneamente, aí sim, anote o sonho. Se se tratar de um sonhos lúcido, dedique-se mais, anotando tudo o que puder o quanto antes.

Bons sonhos !

black Angel disse...

Opa,tava meio sumido mesmo...Muito bom,você parece ser muito experiente com sonhos lúcidos,muitop obrigado pela ajuda!Bom,hoje eu tive um sonho(não foi lúcido ainda,mas chegou bem pertinho)foi um sonho bem vivido,porém eu só tive a oportunidade de anota-lo depois de tomar o café e tomar banho,bom está meio corrido porque eu anotei no meu diário antes de esquecer...Gostaria de saber se eu cheguei perto da lucidez ou se estou perto de chegar,etc...

Obs:Eu tive a liberdade de colocar um titulo no sonho(faço isso com todos)meu primeiro sonho relatado no meu diário de sonhos então se tiver alguma incoerência eu ja vou me desculpando:

black Angel disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
black Angel disse...

"De volta ao Bairro"

Lembro-me de estar andando perto dos trilhos de uma velha linha de trem(provavelmente sonhei com o meu antigo lar,pois uma linha de trem acompanhava todo o caminho)Eu estava andando com meu irmão,estávamos quase nos aproximando da esquina que virava para a rua da nossa casa,derepende chega um homem montado em um cavalo,Não consigo melembrar direito do rosto das pessoas nos meus sonhos mas sei que ele era jovem e parecia europeu,bem branco com cabelos de fogo.Vestia uma espécie de jaqueta verde com um desenho tosco no braço.Eu o encarei uma vez e não gostei da sua presença,decidi evita-lo.Ele deu uma leve risadinha e falou fingindo esta conversando sozinho.Ele começou afalar sobre a segunda guerra mundial e como aquele tempo foi vivido,bla bla bla...Por mais que eu tente não consigo me lembrar de tudo oque ele disse,mas me lembro muito bem dele dizendo:"você conhece hitler?" eu respondi que sim com a cabeça-estranho que nos andamos bastante e a esquina nunca chegava,embora a cena se movimentasse-ele disse:"é um homem sábio não?Sabe mais algo sobre ele?"-ele falava de hitler como se ainda fosse vivo- De alguma forma acho que fiquei meio nervoso pelo modo que ele vanglorizava as conquistas daquele ditador e decidi debater com ele.Eu soltei algumas palavras ácidas e O mais engraçado é que ele sempre respondia sorrindo com um "isso!" ou "Sim!" e "Muito bom!"-Tive a certeza que aquele jovem era alemão,refleti se seria um neonazista-derepente se iniciou um dialogo na minha mente:"mas ele não é careca nem nada e parece um soldado nazista,mas estamos em 2010 certo?" eu devo ter chegado bem perto da lucidez:)-Em meio a muitas de minhas criticas o rapaz me imterrompeu dizendo "ele é meu ídolo!" e fazendo um sinal com a mão estilo super-herói.Senti um aperto no coração,apressei o passo,noque eu e meu irmão viramos a esquina da rua da nossa casa e o homem seguiu seu caminho rindo e ascenando com a mão.Vi uma espécie de punk ou rockeiro todo tatuado com cabelo moicano parado em frente do trailer da minha antiga vizinha mexendo em umas peças velhas-pensei:"como está diferente esse lugar,sorte que sai daqui"(a verdade é que sempre senti um pequeno arrependimento por ter saido de la e no sonho comecei a pensar que eu morava com meu irmão lá e o resto de minha familia aonde moro agora:p)Eu disse:"precisamos fazer mais amizades,sabe,esse lugar esta ficando perigoso,viu aquele sujeito?"Dai vi uma velhinha mexendo nas cortinas da casa ao lado,uma senhora gordinha e baixinha,cabelos castanhos e um sorriso eterno,derepente a rua deixou de ser obscura e pareceu até movimentada-até vi o punk rolando um pneu com mais dois amigos-Ela disse:"Veja,nós vamos dar uma festinha aqui,domingo..." e eu disse "legal,eu falo com minha mãe" e ela me olhou meio de baixo com um olhar de partir o coração."Bem,mas vai ter bolo e tudo mais" ela começou a falar um monte de coisas até eu imterromper:"tudo bem,eu vou e chamo minha mãe,é nesse domingo agora?" e ela continuou "e eu vou até filmar o bolo!"(Hã?) e continuou a mexer nas roupas como se eu não existisse mais.Da calçada da velhinha eu ja estava na varanda da minha antiga casa olhando minha prima,minha tia e uma menininha que nunca vi antes.Eu abracei todo mundo e comecei a fazer um monte de palhaçadas dai a menininha fugiu para minha prima com medo de mim¬¬' e eu disse:"agora gosta mais dela doque de mim é?" e ela pulou nos meus braços com uma gargalhada de criança.O sonho foi ficando escuro,nao me lembro mais de nada...

jholland disse...

OK, escreva seu sonho aqui !

Lembrei-me de outra coisa: se voce costuma demorar um pouco para dormir e/ou se seu sono é leve, então você tem tudo para trabalhar a meditação e a observação atenta no estado hipnagógico - que é o estado imediatamente antes de entrarmos em sono. Então, mais uma vez, fica a sugestão: procure ir observando a perda gradativa do controle e da consciência durante a entrada lenta no sono.
Quando voce perceber que sua mente está devaneando e a consciência ou mesmo o controle estão se perdendo, formule mentalmente uma frase bem clara de que você terá lucidez nessa noite (por ex.: hoje terei um sonho lúcido). Formule essa frase e a repita mentalmente enquanto cai no sono.

Abs

jholland disse...

Muito bom !!!
Voce conseguiu se lembrar de todos esses detalhes !

Com certeza, você está prestes a ter um sonho lúcido, tenho certeza disso, está quase lá. Esse sonho foi quase lúcido, voce já percebeu isso, não ?

Ele está quase no mesmo nível de consciência da vigília, você desenvolveu seus próprios pensamentos críticos e até se recordou da data da vigília.

Ou seja: as 2 instâncias já estão se comunicando bem durante o sonho.

Formule um desejo que você quer realizar no sonho lúcido - algo como voar ou fazer alguma coisa que deseje muito. Associe a realização do desejo com o sonho lúcido. E trabalhe no estado hipnagógico, como disse acima. É só uma questão de tempo. A coisa já amadureceu.

(Não se esqueça de postar seu sonho lúcido aqui)

Segue em frente !!

black Angel disse...

Nossa!Você não sabe como é bom ler isso!Mais uma vez muitíssimo obrigado amigo,seus conselhos são indispensáveis!Realmente,parece que quando começamos a nos interessar pelos sonhos e a ir dormir com uma certa "expectativa" nosso cérebro começa a trabalhar mais nisso...Forte abraço!

black Angel disse...

Olha,eu gostaria de saber com qual frequência uma pessoa experiente tem sonhos lúcidos,se tem alguma desvantegem em anotar os sonhos em um caderno e depois passar pro computador e se você poderia me indicar alguns filmes relacionados com sonhos lúcidos,eu pretendo sobrecarregar minha mente do assunto,da ultima vez deu ótimos resultados...Abs

jholland disse...

Black Angel,

Não há qualquer desvantagem em anotar os sonhos e passá-los p/ o computador, eu mesmo faço isso às vezes, tendo inclusive postado alguns deles aqui no Blog.

Quanto aos filmes, não tenho quase nenhuma indicação, salvo pelo popular Waking Life (talvez alguém mais aqui do Blog possa auxiliá-lo nesse quesito).

A questão da frequência já é mais complicada de responder: o mais importante não são os SL em si, mas a integração que voce promove com a vigília e demais estados de consciência, inclusive oníricos.

Voce pode ter SL todo dia e não fazer nada com isso. Por outro lado, voce pode ter tido apenas alguns SL na vida e ter feito uso proveitoso deles - ter se libertado de medos e angústias profundas ou evoluído espiritualmente.

Em geral, quem trabalha a sério com esse tipo de coisa, acaba integrando essa prática com outras (ioga, meditação etc) - o que faz com que mude a qualidade do estado de consciência e percepção - inclusive na vigília.

Nesses casos, os próprios sonhos - lúcidos e não lúcidos - vão mudando definitivamente de qualidade.

Abs !

black Angel disse...

Legal,meu amigo me falou que matrix tem alguma coisa sobre sonhos(bem pouco,ele disse)e vou ver aonde arrumo esse "Waking Life",abraço!

henrique disse...

Boa noite galera! aew eu começei agora a me interessar sobre esse assunto depois q eu li uma materia da superinteressante sobre sonhos, então até agora eu to pesquisando lendo e conheçendo mais sobre sonhos lucidos.Uma coisa q eu kero meeesmo é ler esse livro de LaBerge o Lucid Dreaming se alguem aew souber onde q eu possa baixar ou se tiver em algum site eu ficarei agradecido vlw? ;D

jholland disse...

Olá Henrique,

Bem-vindo a este universo !

O livro do La Berge é facilmente encontrável em formato digital na internet (EBook). Caso tenha dificuldade, escreva seu email.

Abraços !

Rafael Samora disse...

Olá amigo! obrigado pelas indicações. Quando você vai fazer um tópico sobre as obras do Castañeda?
abraços, ótimo blog!

jholland disse...

Olá Rafael,

Obrigado por sua participação e seus comentários, seja bem-vindo !

Sobre o Castañeda, não sou especialista em sua obra e, de fato, ele não constitui uma das minhas maiores referências.

Dentre os colaboradores do Blog, é a Célia quem melhor o conhece - mas ela não é de escrever muito...:)

Em todo caso, quem sabe em futuro próximo possamos colocar algo mais amplo a seu respeito.

Abraços !

Rodrigo disse...

Gostei muito do seu blog. Vou segui-lo. caso queira conhecer o meu blog, e fazer parte da lista de amigos, vou deixar o endereço:

http://santuariointerior.blogspot.com/


Gentilmente,
Rodrigo Freitas.

ZEUGMA STUDIO disse...

Que blog valioso. Obrigado pelas informações e parabéns!

Alexandre disse...

Caro Admin não dá pra vc postar os livros em pdf no seu blog? Seria muito bom.