domingo, 20 de junho de 2010

Teorias conspiratórias e viagem no tempo em um sonho lúcido


23/05/2010
(em Florianópolis)


Estava com minha irmã em um veículo grande - navio, barco ou ônibus.
Descemos desse veículo e noto que se trata do passado.
É como se estivéssemos assistindo a um filme e, no meio dele, tivéssemos entrado nele.
Começamos a discutir se o filme ocorre no passado ou no presente.
Concluo, pelos veículos, que é de uns 10 anos atrás.
Nesse instante, já estamos caminhando dentro dele (ou seja, "entramos" no cenário), pelas ruas.
Comento com ela que não seria impossível que seres do futuro se infiltrassem no passado, para influenciar os acontecimentos.
Ela responde que, de acordo com as teorias da conspiração, isso já está acontecendo e a infiltração ocorre nas seitas evangélicas.
Discordo dela e digo que seria nos laboratórios e sistema financeiro.
Segue-se uma pequena discussão.
Estamos subindo a Rua Augusta, em São Paulo, à noite.
Ocorre-me que, se estamos no passado, seria interessante procurar uma banca de jornal para termos certeza de que lugar no tempo estamos.
Pergunto a ela se disseram como podemos voltar ao nosso tempo.
Ocorre-me também que, se estamos viajando no tempo, seria bem possível que isso fosse um sonho e resolvo esticar o dedo.
O dedo estica (SL).
Espantado, mas sereno, olho para ela e explico que estamos numa viagem no tempo DENTRO DE UM SONHO e estico o dedo novamente para ela.
Digo-lhe para ela lembrar bem do sonho, para quando acordar se certificar do SL.

(OBS: não pude me certificar com ela, após acordar, acerca da possibilidade de compartilhamento do SL, pois me encontrava viajando, em outra cidade.)

Chegamos então na Av. Paulista, à procura da banca de jornal.
Quando chegamos ali, tudo está deserto e escuro, sem luz, semelhante a um black out.
Não há bancas de jornal.
Resolvo gritar "pelo mestre" e sento no meio da rua, lembrando os ensinamentos de Lama Tsering, para "nada fazer" durante um SL.
Alguns homens aparecem, em atitude agressiva, e ela luta com eles. Eu não faço nada, simplesmente fico sentado, chamando pelo mestre.
Os homens me evitam e nada fazem comigo.
Resolvo andar, ainda à procura do mestre.
Olho ao lado e vejo uma loja repleta de jornais e livros, com pessoas dentro.
Porém, continuo chamando em voz alta pelo mestre.
Pergunto: - Você é o mestre ? - E elas dizem que não, ou me evitam.
Chego em um bar e repito a pergunta, mas nada.

Acordo.



14 comentários:

H .Vilela disse...

Mas depois de um tempo, agora, você já tentou certificar-se se compartilhou o sonho com sua irmã?
Ou perguntou e ela disse não lembrar?

Achei interessante também quando disse que ia procurar um jornal para certificar-se do tempo porque isso me lembrou outra coisa que vi dizer; que muitas vezes, mas nem sempre é praticamente impossível ler algo em um SL.

Que as letras se embaralham, ou ficam embassadas. Mas acho que aqui mesmo se não estou enganado, vi depoimento de terem conseguido ler sim.

jholland disse...

Somente a encontrei muitos dias depois, então a coisa toda ficou prejudicada.

Em relação a poder ler ou não, de fato, é uma tarefa por vezes difícil, porém de modo algum impossível. Já li muitas vezes em sonhos lúcidos - e já ouvi muitos relatos de outras pessoas também.
A impossibilidade de se ler é um mito. E, de fato, uma das coisas interessantes com os SL é que podemos receber ensinamentos, inclusive por meio de acesso a textos.
Abs !

Richard Hermeticum disse...

Olá,
"A impossibilidade de se ler é um mito."
Tanto é um mito que, por exemplo, na Teosofia Blavatskyana, a H.P. Blavatsky diz abertamente que consultou imensas obras no plano astral.

Abraço,
Richard

marcos vinicius disse...

so fiquei com uma duvidasobre oque seria, ou quem seria o tal "mestre" que você procurava e que tambem foi relatado em outros posts

jholland disse...

Um mestre espiritual.

Aproveito a "deixa"para te convidar a postar alguns de seus Sonhos Lúcidos aqui no Blog. A próxima missão que você cumprir, mande como comentário que eu posto no Blog. Se você preferir, pode colocar um apelido qualquer.

Abraços !

marcos vinicius disse...

pode deixar quando conseguir ter outro SL posto aqui para você

a respeito do mestre espiritual você ja se encontrou com algum antes? oque ele pode fazer por você? como se encontar um mestre espiritual?

aproveitando para tambem falar sobre seres suspeitos que eu vejo em todos os sonhos lúcidos que tive

eu procuro não olhar na direção deles, pois quando o faço sempre entro em pânico e acordo

Existem pontos brilantes sempre empares, como se fosses Olhos Nos céus, um par de olhos em cada direção sempre envolto em um tipo de brilho, amarelo, verde,azul, e laranja ( Norte, Sul, Leste e Oeste)cada um tem uma cor diferente, e esses não me apresentam medo algum, pois me dão um sentimento de paz e tranquilidade, e até me incentivam a voar para perto delas

mas nas trevas existe um par de olhos sempre envolto por uma sombra muito escura, e emana uma senssação de medo muito grande,

essas criaturas são as únicas coisas que eu não consigo banir do meu sonho mesmo quando estou com lúcidez total

não faço a minima ideia de que criaturas possas ser essas

jholland disse...

Sobre esses seres, há vasta literatura disponível acerca de EFC/OBE. Talvez fosse interessante aprofundar-se no assunto. De qualquer forma, pelo que voce diz, parece que está conseguindo conviver bem com tais aventuras :)

Em relação à sua pergunta sobre espiritualidade, considero que essas práticas são um excelente veiculo para o auto aprimoramento espiritual. Isso quer dizer que os SL/OBE não constituem o foco mais importante da prática; são antes um instrumento ou veículo pivilegiado para você galgar "novos estágios".
É mais ou menos como aqueles games em que voce conquista uma certa habilidade: voce pode usar de maneira proveitosa ou desperdiçá-la. Ou digamos que voce tenha acabado de aprender a ler: pode começar a se instruir e ler coisas úteis e proveitosas ou simplesmente desperdiçar esse novo talento lendo revista Caras etc ...
Como voce já deve percebido, nos SL/OBE voce consegue tomar contato com outro nível de realidade, mais plástico.

marcos vinicius rodrigues couto disse...

tipow e esse mestre espiritual seria como um "shaman king"

e você ja conseguiu encontrar um ?

jholland disse...

Sim, uma espécie de xamã.

Tudo depende da sua frequência vibratória.

Voce poderá realizar uma espécie de mágica.

Se voce treinar bastante suas aventuras, declare, com bastante convicção e força: "AGORA EU VIVENCIO MEU EU SUPREMO". Ou ainda: " EU EXPERIMENTO MEU EU SUPREMO AGORA !"

Faça isso quando tiver certeza de que está em um SL, flutuando ou em qualquer outra situação.

Depois me conte em detalhes o que aconteceu.

Abs !

jholland disse...

Essa é, claro, apenas uma sugestão.

Caso voce sinta alguma resistência, esqueça. Não force muito e siga sua intuição e vontade livre.

Isso é o mais importante.

Anônimo disse...

Tive uma experiência sem igual no mundo. E não sei o que exatamente foi isto. Gostaria que pessoas que vivenciaram o mesmo comentassem também, foi extremamente real demais para ser só um sonho lúcido: Eu fui teletransportado a uma outra Terra, idêntica a esta, mas com algumas diferenças sutis do nosso mundo, pessoas que conheço aqui eu vi lá, mas com vidas diferentes das vividas aqui. A paisagem e o modo de vida lá é bem diferente, eu levaria horas para contar tudo, mas vou resumir: Paisagem: Mais colorida que a nossa.Céu: O céu de lá de uma claridade impressionante. Pessoas: Muitas vivem suas vidas de um modo diferente da que vivem aqui. Comida: com mais sabor que a nossa. Moeda: Inexistente por lá, come-se o que quiser, não sei como explicar. Tecnologia: Parecida com a nossa mas com diferenças. Vestimenta idem a nossa. População; Parece superior a nossa.Forma de governo: Todos são vigiados por lá e estranhos são vigiados (Creio que desconhecem os Terráqueos. Vou resumir uma de minhas idas por lá: Acordei em um hospital, ou coisa parecida. tentei achar saída, pulei janela. Andei pela rua e vi uma área povoada, não sabia dizer se era dia ou noite. Encontrei humanoides lá, reconheci um amigo lá, mas ele não me reconheceu. Andei e percebi que era vigiado por autoridades de lá, que disseram que iriam ficar de olho em mim.Perguntei que ano estava, sem resposta. Perguntei que lugar era aquele. Uma autoridade se aproximou de mim, fomos a um restaurante ou coisa parecida, comi a coisa mais gostosa que vi lá. Senti liberdade pra fazer o que eu bem entendia, então resolvi me sentir como um visitante desconhecido, qis fazer o que bem entendia, queria ficar por lá era muito lindo lá, cores, formas tudo perfeito! Mas retornei a Terra. Acreditem! Foi real demais o que diabos aconteceu comigo? Por que eu fui a este lugar? ( Outra terra Paralela?) Alguém sabe me esplicar?

Fabio dos santos disse...

Oi galera boa tarde eu tive um sonho que voltei no tempo só que uma voz disse que não era para mexer em nada e nem falar nada fiquei apenas calado e observando um sonho muinto real e longo eu voltei na data de setembro de 2012 mas quando eu tive uma idéia de guarda algo para pegar depois no futuro o sonho acabouu....

Angelike disse...

Há algum me despertou grande curiosidade viagens no tempo, então comecei a pesquisar mais, inclusive sobre física quântica e fendas como o buraco de minhoca, foi então que comecei a ter sonhos lúcidos e me surgiu a idéia da qual durante um desses sonhos haver a possibilidade de abrir uma fenda no tempo, ou mesmo que vivemos em 3 dimensões, passado e presente (espaço e tempo) e vácuo, na qual o passado é consequência do presente e o presente vira consequência no futuro, podendo assim interligar e emaranhar essas dimensões, sendo possível a abertura de uma fenda (buraco de minhoca) durante um sonho lúcido, pois temos o consciente, subconsciente e inconsciente, e num sonho lúcido, o subconsciente se interliga ao consciente, provocante uma realidade alternativa.
Tive alguns sonhos lúcidos, em busca de encontrar outras pessoas do passado ou do presente, sempre com cenas confusas, ou onde eu voava, no último eu pude voar além da terra e encontrar um outro ser.

rodrigo pereira disse...

28/02/2017
Tive um sonho semelhante a este de Florianópolis, muito real.
Percebi que era o passado, perguntei a data e era 14/02/2007.
Experiência nova gostei!