quinta-feira, 7 de fevereiro de 2008

Mergulho no subconsciente

Thomas Merton


Logo após começar as preces contemplativas, as portas de sua mente subconsciente abrem-se, e toda sorte de figuras curiosas começam a surgir valsando em cena. Se você for sábio, não irá prestar atenção a essas coisas. Permaneça simplesmente atento à Deus e mantenha sua vontade calmamente direcionada a Ele, num simples desejo, enquanto a intermitente sombra desse filme irritante vai para o remoto pano de fundo. Elas não vão machucá-lo - não fique ansioso por essas imagens. É o trabalho divino de Deus - não intrometa-se no Seu trabalho durante a oração.

Thomas Merton, do livro Novas sementes de Contemplação

4 comentários:

##Éric@## disse...

Ola dias atras havia sonhado que estava sendo perseguida por um homem que estava com muita raiva, mas o mais intrigante nao eh isso, eu sabia muito bem que estava ali so em alma mas nao em corpo, mas mesmo assim, eu tive muito medo do homem perseguidor e com uma aparencia feia.

##Éric@## disse...

Eh falei tanto que esqueci de perguntar: foi um sonho lucido?Afinal eu sabia que estava sonhando!

Célia H Barcellos disse...

Oi Érica, sim, se vc sabia que estava sonhando, pelo memos em certa medida era um sonho lúcido. E é justamente essa medida de lucidez que podemos ampliar.

[]'s
Célia

jholland disse...

Intrigou-me sua observação acerca de saber que "estava ali só em alma mas não em corpo". Nesse caso pode ter havido uma variação de sonho lúcido. Algumas pessoas consideram que quando o sonhador tem perfeita consciência de que possui um corpo físico distinto do corpo de sonho (note bem, perfeita consciência, que aqui significa que o sonhador experimenta e sente possuir dois corpos distintos) haveria o que se costuma chamar de "projeção astral". Para maiores detalhes, sugiro que vc leia a postagem neste Blog: "Sonhos lucidos e Experiência-Fora-do-Corpo (EFC)", postada em 08/05/2009.