segunda-feira, 18 de fevereiro de 2008

Sono, Sonho e Meditação

.
.


Existe uma profunda ligação entre o sono, a meditação e os sonhos. O estudante que quiser progredir na ciência da meditação deve aprender a provocar e controlar o sono. Meditação sem sono prejudica o cérebro e não traz resultados. Quando o estudante começa a meditar de forma correta, numa primeira etapa experimenta as realidades ocultas na forma de sonhos. Vêm-lhe à mente muitas imagens confusas, enigmáticas e profundamente simbólicas. Despreparado, não consegue entender. Mas, se for persistente, começará a compreender o que eles (os símbolos) significam em sua vida interior e que papel representam.

Numa segunda etapa, o estudante deixará de sonhar. Se dará conta que está fora do corpo físico e então começará a exercer domínio sobre o processo. Quando uma pessoa se dá conta que está no mundo dos sonhos, pode conduzir a experiência. Isso representa um gigantesco passo dado rumo ao despertar da consciência. Muito mais tarde, no tempo, o estudante que persistir em sua disciplina dos sonhos e da meditação, acordará ou andará totalmente desperto nas dimensões sutis da natureza, podendo ali penetrar ou delas sair à vontade.
A meditação é fundamental para o desenvolvimento dos chakras. Quanto mais se meditar, quanto mais profunda for a meditação, mais elevados serão os planos de consciência que se atingirá. Dia virá em que o estudante obterá o êxtase, o samadhi, o satori, o desprendimento total da alma ou da consciência de todas as amarras da matéria física, emocional e mental. Então, como São Tomás de Aquino, poderá dizer: "Tudo que antes havia lido, tudo que sabia através dos outros não passava de água de rosas...".

Fonte:
http://yogadossonhos.blogspot.com/

4 comentários:

Mariana Cardoso - Consultora Natura disse...

Olá, Gostaria de saber mais sobre sonhos e precognição... Recentemente tive um sonho (tinha consciência de que estava sonhando no momento, porém não sei dizer se controlava o sonho) que veio a se tornar realidade poucos dias depois, e isso além de me deixar triste (pois era algo triste) me intrigou muito: qual a diferença entre um sonho lúcido e a tela mental? No sonho estamos atraindo energias para que ele aconteça?

jholland disse...

Olá Mariana, obrigado por postar seus comentários e participar do Blog.

Suas indagações são de difícil resposta, há muitas teorias e vertentes interpretativas - daí então deixarei apenas minha opinião própria a respeito, baseada em experiências pessoais, de outras pessoas que conheço, além das pesquisas que realizo.

Em primeiro lugar, não há uma relação direta entre sonhos lúcidos e sonhos premonitórios. Os primeiros (SL) são aqueles em que o sonhador desenvolve um estado alterado de consciência durante o sono, superando os condicionamentos inerentes à identificação com o Ego onirico (aquele personagem que criamos durante o sonho e que acreditamos ser "EU"). Desse modo, o sonhador percebe que está imerso em um sonho e, a partir daí, passa a interagir com o cenário sabendo que tudo é um sonho.
Algumas variações ou desenvolvimentos do sonho lúcido podem levar a um desdobramento da consciência, vindo o sonhador a despertar em si um novo estado - seja uma OBE ou outros estados. Mas isso é outra história.
Não posso falar sobre a "tela mental"pois desconheço esse termo, talvez voce possa esclarecer o que se trata - desse modo não posso traçar um paralelismo com esse fenômeno.
Em relação aos sonhos premonitórios - estes não são tão incomuns assim. No meu ponto de vista, não se trata de uma atração energética que o sonho exerce para que o fato se torne realidade, mas, ao contrário, trata-se de uma sintonia energética estabelecida entre a mente supraconsciente e o meio energético existente. Desse modo, o que o sonho traz é mesmo uma premonição ou antecipação.
Mais raros são aqueles sonhadores que desenvolvem regularmente esse tipo de sonho - e aqui eu teria que me alongar mais para expor meu ponto sobre as condições em que isso ocorre.

De qualquer forma, como disse, tais questões comportam outras interpretações e, o mais importante, um dado fenômeno não pode ser explicado por uma única causa - pois nossa mente é mutável e infinitamente plástica.

Qualquer dúvida, estamos à disposição.

Obrigado mais uma vez !

Katiane disse...

Olá tudo bem? Desejo que me ajudem a entender o sonho que tive na noite passada. Sonhei que alguém estava me apresentando um lugar arborizado muito bonito e ao longo da caminhada passei por uma piscina grande cheia de água muito límpida onde no fundo da piscina conseguia ver várias pessoas meditando. Não entendi o porque daquilo, mas me transmitiu muita paz e tranqüilidade.Pela manhã acordei muito cansada e estranha.
Desde já agradeço a atenção.

jholland disse...

Ol[a Katiane,

A interpretação dos sonhos é uma arte que exige um profundo conhecimento a respeito do sonhador e do contexto em que se deu o sonho.
Seu sonho por si só é instigante, mas sem nenhuma outra informação é muito difícil arriscar qualquer opinião.
Voce vem praticando com regularidade a meditação ? Tem alguma conexão com alguma linhagem espiritual ? Qual o contexto emocional em que voce se encontra nesse momento em sua vida ? Enfim, respostas a estas e outras questões seriam fundamentais para responder-te.
De um modo geral, temos aqui no Blog enfatizado o aspecto mais estrutural dos sonhos que, se bem compreendido pelo praticante-sonhador, permitirá que ele próprio não apenas possa interpretar autonomamente os conteúdos oníricos - inclusive perguntando ao próprio sonho seu significado - como também fazer uso benéfico desse talento.

Obrigado por sua participação no Blog !